Newsletter
Subscreva a nossa newsletter

Newsletter

FacebookTwitter
Jornal do Concelho de Oleiros | Directora: Daniela Silva | Periodicidade: Trimestral | Abril 2019 nº70 Ano XI
Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade
Editorial

91.jpg

Há pouco tempo, em Portugal, fez-se sentir uma greve diferente, de impacto mundial, este "movimento" estudantil com o lema "Fazer greve por um clima seguro" que culminou uma série de manifestações semanais iniciadas no ano passado pela sueca Greta Thunberg, de dezasseis anos, nomeada para o prémio Nobel da Paz. O seu impacto foi de tal forma gigante que muita figuras públicas vieram refletir sobre esta iniciativa.

Citando o nosso chefe de estado, Marcelo Rebelo de Sousa, é uma ótima ideia "que sejam os jovens a pensar o futuro numa matéria que é uma matéria de futuro"; o mesmo defendeu, num discurso de elogio a esta acção juvenil de impacto mundial. que as alterações climáticas precisam de uma "resposta global".

A verdade é que hoje são inegáveis as transformações climáticas, assim como começa a ser difícil fechar os olhos para ações concretas, numa tentativa de conter estas mudanças que podem pôr em risco o futuro dos nosso jovens, sim, o vosso futuro. Tudo isto para afirmar a necessidade de um despertar dos Jovens para um direito de que não devem abrir mão: ter um futuro num mundo com saúde.

A escola e a família devem ter um papel fundamental trabalhando essa semente de esperança que quer ser ação. Em casa há realmente uma aprendizagem a efetuar para a defesa desse futuro, sabendo que hoje, em muitos lares, já há reciclagem, separação dos lixos, cuidados no consumo de água e de outros bens de origem não renovável. Se isso acontece é devido ao trabalho da comunicação social e, sim, também, à escola e ao trabalho desenvolvido em muitos projetos, em que se dinamizam atividades tanto dentro da sala de aula, como fora, como por exemplo no projeto Eco-Escolas.

Mas, hoje, sublinho o papel individual de cada um, independentemente da idade, na defesa do futuro comum, pelo qual todos devemos lutar com "unhas e dentes", como esta pequena grande sueca, que deu uma "lição" aos adultos, que muitas vezes parecem não querer ver os problemas e as medidas e intervenções que parecem apenas questões de momentos e com alguns interesses, às vezes, pouco dignos pelo meio.

Assim, o desafio que lanço para o vosso futuro é que não o deixem na mão de ninguém, que sejam essa pequena grande Gerta Thunberg, que luta pelo que acredita e pelo seu futuro, pelo vosso futuro! Porque, de facto, sonhar um futuro com futuro é um direito de toda a criança.

Enviar por E-mail

(* campos de introdução obrigatória)
António Cavaco