Newsletter
Subscreva a nossa newsletter

Newsletter

FacebookTwitter
Jornal do Concelho de Oleiros | Directora: Daniela Silva | Periodicidade: Trimestral | Agosto 2018 nº67 Ano XV
Mosteiro
Fumeiro e sopas reunem 170 pessoas

mosteiro3.jpgA segunda atividade do ciclo "Dez Freguesias, Dez Experiências", dedicada às sopas e ao fumeiro, revelou-se um sucesso e juntou 170 participantes.
A iniciativa decorreu no dia 24 de fevereiro, na freguesia de Mosteiro, e permitiu ainda recordar a presença da Ordem de Malta naquele território.
O ateliê, com ligado ao fumeiro e às sopas, integrou um conjunto de atividades e começou bem cedo. Às 8H30, na aldeia de Vale do Souto, junto ao Museu "Maria Sala", teve início o passeio pedestre interativo com uma extensão de 5,5 quilómetros. Antes houve tempo para visitar o espaço museológico. Ao longo deste percurso foi visitada a tradicional "cozinha de cabouco", onde foi feita uma degustação de produtos do fumeiro. A confeção de enchidos pelas sábias mãos de quem sabe da matéria também não faltou.
O passeio terminou perto da hora de almoço, junto do Adro da Igreja Matriz de Mosteiro, onde foi feita uma recriação histórica, pela Companhia Viv'Arte, sobre "a vida monástica, agasalho e aconchego de viandantes e peregrinos".
Em seguida, realizou-se no pavilhão Gimnodesportivo um almoço temático onde não faltaram a sopa da matança e os produtos do mosteiro2.jpgfumeiro, alimentos privilegiados na alimentação e aconchego dos romeiros de Santiago.
Durante esta iniciativa a influência da Ordem de Malta naquela freguesia foi recordada, com destaque para os seus princípios, os quais passavam por assistir e proteger os pobres, doentes e pe-
regrinos. Em nota enviada à comunicação social, a Câmara de Oleiros explica que "também o topónimo da localidade nos remete para um antigo mosteiro que, segundo consta, ali existiu".
De referir que a freguesia de Mosteiro tem sido promotora de uma das mostras de sopas tradicionais mais antigas do distrito de Castelo Branco (agendada para o dia 6 de maio), e agora vê reforçado e reconhecido esse seu trabalho. O evento terá o apoio da Junta, da Associação Recreativa e Cultural de Vale do Souto (ARCVASO) e do Grupo Maltez Desportivo do Mosteiro.
Fernando Jorge, presidente da Câmara de Oleiros, explica que "este ciclo de atividades, que está integrado no Portugal 2020, consiste num programa de divulgação daquilo que de bom há nas diferentes freguesias do concelho. É o nosso património que estamos a divulgar e isso é importante, pois também é uma forma transmitir aos mais jovens os saberes".
De referir que o terceiro ateliê está agendado para dia 31 de março, na freguesia de Oleiros-Amieira e dará destaque ao histórico Vinho Callum e ao Mel.

 

Enviar por E-mail

(* campos de introdução obrigatória)
CMO